Implante Dentário

Implantes dentários são suportes ou estruturas de metal (normalmente de titânio) posicionadas cirurgicamente no osso maxilar abaixo da gengiva para substituir as raízes dentárias. 

Ou seja, permite substituir um dente natural, podendo ser colocado no osso do maxilar superior ou inferior permitindo suportar forças, comer, mastigar ou “trincar”, tal como acontece com os dentes naturais.

Os implantes dentários permitem-nos restituir as funções dos dentes naturais (mastigatória, fonética e estética), sendo a mais moderna ou avançada opção para a substituição dos dentes perdidos.

Como é feito o Implante Dentário?

O implante dentário deve ser feito no consultório do dentista sob anestesia local. Antes de realizar a colocação do implante, o dentista pode solicitar alguns exames que permitem visualizar melhor a localização dos dentes, a qualidade e estrutura óssea e quais dentes deverão ser substituídos.

Após essa avaliação inicial, pode ser iniciado o processo de implante dentário, em que o dentista realiza a higienização bucal completa da pessoa, aplica anestésico no local em que será realizado o procedimento, faz a excisão de algum dente, caso haja necessidade, e faz um corte na gengiva para que seja possível ter contato com o osso que irá servir de base para o implante. Em seguida, é realizado um pequeno furo no osso para encaixar corretamente o pino que sustentará o dente e, assim, ser possível ter sucesso no implante.

No implante dentário tradicional o encaixe e adaptação do dente no implante levará em média, 6 meses para os dentes de cima e 4 meses para os de baixo. Após o procedimento o médico indicará analgésicos e o repouso que poderá ser somente de 24 horas, mas é importante evitar esforços e fazer atividade física na primeira semana. Além disso, é importante que após o procedimento a pessoa tenha uma alimentação leve e realize a higienização bucal normalmente.

Implantes Dentários vs Próteses Dentárias

Os implantes dentários possuem algumas vantagens quando comparadas com as próteses dentárias, nomeadamente a maior preservação do osso (reduzindo a sua reabsorção), preservar os dentes adjacentes de desgastes (comparativamente às pontes fixas sobre dentes naturais), e por serem estruturas independentes reduzem a força ou pressão exercida sobre os dentes ou restantes estruturas orais.

Já quanto às suas desvantagens, implicam um procedimento cirúrgico e consequente espera de cicatrização levando a um maior período de reabilitação oral. A possibilidade de fratura mecânica de algum dos seus componentes (parafuso de aperto, por exemplo) também poderá ser considerada uma desvantagem, mas que raramente ocorre.

Implante dentário com carga imediata

O implante dentário com carga imediata acontece quando se coloca o dente na estrutura metálica logo após o ato cirúrgico. Na técnica de implante dentário tradicional, somente após 3 ou 6 meses da fixação da estrutura é que são colocados os dentes substitutos. Esse tempo é necessário para que exista maior fixação da prótese com o osso, podendo assim ser colocada a coroa do dente.

Na técnica de implante dentário com carga imediata o processo é mais rápido e esteticamente confortável para o paciente, porém esta técnica possui restrições, principalmente relacionadas a localização do implante, condição de saúde do paciente, e a condição que está o osso que receberá o implante.

Quando o implante dentário não é indicado?

A colocação de um implante dentário não é indicado para crianças e jovens que estão em fase de crescimento ósseo e pessoas que fazem uso de medicamentos para osteoporose, doença de Paget ou que realizam quimioterapia. Nesses casos, o mais indicado é que se use dentadura ao invés do implante.

Além disso, a colocação do implante dentário não é recomendado para pessoas que possuem problemas cardíacos de alto risco e diabetes não tratada, devido ao risco de infecção e possíveis complicações.

A colocação de um implante dentário dói?

A colocação de um implante dentário, habitualmente, não provoca dor, pois o paciente é previamente anestesiado. A operação de implantes dentários é quase sempre efetuada mediante anestesia local, salvo nos casos dos Implantes zigomáticos onde é efetuada sob anestesia geral.

Os implantes dentários reabilitam naturalmente as funções mastigatória e estética?

Um grande benefício do uso de prótese sobre implantes é a não movimentação da posição na boca durante a alimentação ou fala. Esta segurança proporciona um resultado mais natural e confortável do que pontes ou dentaduras convencionais, proporcionando assim um novo bem-estar em sua vida.

Complicações e riscos do Implante dentário

À semelhança de qualquer cirurgia, a operação para a colocação do implante dentário possui alguns riscos e complicações que não devem ser descurados, sendo, no entanto, um procedimento bastante seguro na atualidade.

A dor ligeira e o edema (inchaço) são alguns sinais e sintomas normais e fáceis de contornar com adequada medicação (analgésicos, anti-inflamatórios). Contudo, algumas complicações importantes podem ocorrer, como a infeção ou mesmo a lesão indesejável de estruturas anatómicas importantes. As infecções podem ser prevenidas através da prescrição de antibióticos como uma medida profilática.

A rejeição de implante dentário (perda do implante) pode ser também uma complicação ou a consequência dessas possíveis complicações, caso não se verifique a normal osteointegração dos implantes (união do dente ao osso).

Como já referido anteriormente, apesar dos possíveis riscos e complicações atrás enunciados a cirurgia para implantes dentários é na atualidade bastante segura desde que haja por parte do profissional e do paciente o cumprimento de alguns cuidados básicos.

Cirurgia de implante dentário

A cirurgia de implante dentário é o procedimento cirúrgico (operação) que nos permite a colocação dos implantes, sendo na atualidade muito seguro e utilizado com muita frequência um pouco por todo o mundo. Esta cirurgia veio melhorar significativamente a qualidade da reabilitação oral nos casos da falta de dentes. 

Após estudo radiográfico, os implantes dentários são colocados em locais onde exista osso suficiente e saudável, sendo contra indicados se não existirem as condições mínimas de quantidade e qualidade de osso ou se o paciente apresentar alguma limitação ao nível da sua saúde em geral.

Pós operatório de implante dentário

Regra geral, na recuperação da cirurgia do implante dentário nada de preocupante ocorre e não obriga propriamente a qualquer repouso no pós-operatório, nem a suspensão laboral. Ou seja, a recuperação após a cirurgia é quase imediata, podendo o doente levar uma vida perfeitamente normal durante todo o tempo de recuperação, desde que siga as recomendações fornecidas pelo seu médico dentista.

De modo, a minimizar alguns riscos e complicações são necessários alguns cuidados após implante dentário por parte do paciente, tais como:

  • Tomar a medicação prescrita a horas;
  • Aplicar gelo (indiretamente) sobre a zona intervencionada;
  • Evitar movimentos bruscos com a cabeça e qualquer atividade física mais intensa;
  • Evitar exposição ao sol e fontes de calor;
  • Reforçar os cuidados de higiene oral;
  • Optar por uma alimentação mais mole ou pastosa durante a 1ª semana após a cirurgia.

 

Não é necessário portanto um repouso no pós-operatório, podendo o doente levar uma vida perfeitamente normal desde que sejam mantidas as recomendações atrás enunciadas.

No caso de ser efetuado enxerto ósseo para colocação do implante dentário, a recuperação é semelhante, com exceção do facto de que será necessário aguardar algum tempo adicional até que se verifique a total osteointegração do implante.

Não existe, normalmente, dor após a colocação do implante dentário, (dores no pós operatório), mesmo que se verifique a chamada rejeição de implante dentário (perda do implante).

Quanto custa um implante dentário?

O preço ou valor de um implante dentário pode variar tendo em conta as diversas condicionantes associadas, conforme discutido anteriormente.

A título de exemplo, o preço médio em Portugal tende a variar entre os 600 e os 850 euros (um dente) acrescidos do valor da prótese fixa que varia em função do material utilizado (cerâmica, zircônia, híbrida ou acrílica). Note que estes valores são meramente indicativos.

Mas, obviamente que o valor de implante dentário ou o preço por dente depende do local onde é realizada a cirurgia e da técnica utilizada.

No implante zigomático, o preço tende a ser superior, não só pela necessidade de se realizar sob anestesia geral, como também do próprio tipo de implantes (muito mais compridos).

No implante de carga imediata, o preço ou valor também aumenta ligeiramente devido ao facto de ser necessário um maior número de peças para a confecção da prótese fixa provisória.

O preço individual (1 dente) ou o valor de vários dentes, ou até de uma dentadura completa ou total pode também diferir (no caso de um maior número de dentes, os preços tendem a baixar, ou seja, o preço médio por dente tende a ser mais barato).

Faça sua avaliação

Nossa equipe de especialistas está a um clique de distância, agende agora sua consulta avaliativa!